Habitação: preços vão continuar a subir

Os preços das casas em Portugal irão registar um crescimento de 9,5% até final do ano, mantendo-se a tendência de subida até 2021, segundo dados da S&P no seu mais recente relatório “Europe’s Housing Markets Are Staging – A Soft Landing“.

Procura elevada e escassez na oferta são os principais factores que estão hoje a colocar pressão sobre os preços. No entanto, o relatório alerta para uma diminuição do ritmo no crescimento dos preços à medida que os custos de financiamento subam e o poder de compra diminua.
Isto não significa que a dinâmica de crescimento do mercado se perca, apenas que diminua. A S&P estima que a economia portuguesa continue a subir, apesar de a um ritmo mais moderado. Ao mesmo tempo, com uma taxa de desemprego baixa, a capacidade de geração de novos empregos será cada vez mais difícil. No entanto, o crescimento da oferta não será suficiente para fazer face à elevada procura pelo que as estimativas apontam para um continuar do crescimento dos preços na habitação.
Este cenário de crescimento de preços para os próximos 3 anos estende-se a diversos outros países europeus. Destaque para a Irlanda e Holanda que a par de Portugal manterão tendência de crescimento acima de outros países europeus também analisados neste documento.
Bons negócios (imobiliários)!
Fonte:   Gonçalo Nascimento Rodrigues – Out of the box

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *